Atividades

Categoria

Atendimentos Xamânicos à distância e presencial

Sessão Xamânica à Distância e Presencial

As sessões xamânicas são um atendimento etnoterapêutico individual com o objetivo geral de reequilibrar o Ser, integrando os corpos emocional, …

Categoria

Atendimentos Xamânicos à distância e presencial

Trilha do Puma – Caminho dos Yachacs

A Trilha do Puma auxilia a criarmos um espaço sagrado e de poder que permite a transformação consciente de nosso …

Categoria

Atendimentos Xamânicos à distância e presencial

Viagem Mágica aos Andes em 2022

Convidamos você a atender o chamado dos Apus e Pachamama para participar de uma Jornada Iniciática Andina no período de …

Mensagens

As mensagens reunidas nesta sessão fazem parte da herança ancestral deixada pelos povos originários de todo mundo e transmitidas de geração em geração. Algumas são nossas e outras foram enviadas por colaboradores do site.

20 de abril de 2021

Princípios andinos

  Os povos originários andinos pautam sua vida nos seguintes princípios: YACHAY Se aprendes alguma coisa, aprenda bem. E...
21 de fevereiro de 2021

Iniciação Xamânica

  Napaykuna! Com o advento da pandemia temos visto uma série de indivíduos oferecendo cursos online de Xamanismo e...
15 de setembro de 2020

Os Povos Originários são Guardiões de um legado ancestral

  “Se o céu escurecer e a terra ficar toda alagada, eles (os brancos) não vão mais poder ficar...
31 de março de 2020

Não entre na frequência do medo

Napaykuna! Os vírus são patógenos sub-microscópicos objetivos, orgânicos e relativamente simples que frequentemente causam doenças em fungos, plantas e...

Aliados de Poder

Napaykuna! Nada orgânico neste planeta é deixado intocado pelo vírus. Todas as entidades vivas do mundo são suscetíveis a esse microrganismo. A maioria de

Sinais de Fumaça

Napaykuna!

Carl Jung foi quem popularizou o conceito de sombra, aludindo aos aspectos de nossa psique, tanto negativos quanto positivos, que é difícil para nós vermos ou reconhecermos como nossos. Refere-se aos traços de nossa personalidade que repudiamos a ponto de negar que existam em nós; ou aquelas qualidades diante das quais nos sentimos impotentes para acreditar que são nossas ou temos vergonha de expressá-las. De qualquer maneira, suprimimos esses aspectos de nossa consciência e, eventualmente, eles surgem como comportamento instintivo. Frequentemente, essa falta de consciência leva a situações de conflito em que preferimos apontar para os outros em vez de assumir a responsabilidade. É assim que acabamos projetando o que realmente nos pertence.Por essa razão, é tão importante dentro do Xamanismo, reconhecermos a nossa Sombra e integrá-la ao nosso Ser.

Munay,

Wagner

Napaykuna!

Nas tradições religiosas que abraçam uma divindade única e masculina, o divino é visto como uma força que reside no céu, longe de nós. No Ocidente, temos que trabalhar duro a nossa relação com Ele, orando e sacrificando-nos. Sentimos que devemos ganhar o amor e a atenção do nosso Criador, que nos expulsou do Paraíso por nos atrevermos a comer o fruto proibido da árvore do conhecimento do bem e do mal. Segundo esta mitologia, devíamos seguir como crianças porque ao provar do fruto que Deus proibiu, mostramos nossa independência, despertamos sua ira e nos condenamos a viver uma vida de trabalho duro e miséria, aliviados somente pela graça de Deus.Em vez disso, nas teologias feminimas mais antigas nunca fomos expulsos do Jardim do Éden ou separados da divindade. Pelo contrário, nos deram o jardim para sermos seus guardiões e cuidadores; o divino põe sua força vital nas sementes que plantamos na terra. Expressamos este potencial, expandindo-nos com a divindade a medida que fornecemos o fruto que alimenta a humanidade. Xamãs que abraçam esta teologia feminina, diriam: “Estamos aqui não só para cultivar milho, mas também para cultivar deuses”. Em outras palavras, realmente participamos com o divino a co-criação de nosso Universo. Reconhecemos que tudo em nosso mundo é sagrado, incluindo-nos, e nosso trabalho é fomentar a expressão mais plena dessa divindade.

Munay,

Wagner

Assine nossa Newsletter

Universo Xamânico

Napaykuna! Independentemente da tradição xamânica, os xamãs consideram que o indivíduo recebe ou perde energia por intermédio dos seus vórtices energéticos, conhecidos geralmente por

Wagner Frota

Sou um simples Andarilho que percorre o Caminho Sagrado do Xamanismo, onde mantenho contato com conhecimentos milenares esquecidos. Vivo profundamente no universo xamânico, num mundo que desafia as nossas concepções sobre corpo, mente, espírito, alma, tempo e espaço.