Exercícios

Início » Energizando os Ñawis (Chacras)

Energizando os Ñawis (Chacras)

Na cosmogonia andina, à medida que a energia criadora desce a partir do éter, se densifica e separa-se em quatro elementos básicos que habitam toda matéria viva ou inerte. Estes elementos são água (unu), terra (allpa), fogo (nina) e vento (wayra). Eles são parte essencial da criação e estão conectados ao nosso corpo físico como também ao luminoso. E para energizarmos os ñawis, necessitamos trabalhar com os elementos que estão ligados a cada um deles:

1.     Siki – Água

2.     Q’osqo – Terra

3.     Soncco – Fogo

4.     Kunka – Vento

5.     Uma-Punkio – Éter

 

Energizando o Siki

Procuramos um lugar no meio da natureza, preferencialmente próximo a um rio, mar ou lago. Em pé, imagine que sua região sexual está sendo envolvida por uma faixa na cor preta. Depois sinta um duto de energia saindo do seu períneo e entrando em contato com o elemento água. Logo depois, sinta a água fluindo para o seu corpo abastecendo-o com este elemento. Quando sentir que este ñawi foi suficientemente energizado, recolha o duto energético e agradeça a Unu (Água).

 

Energizando o Q’osqo

Vá para o meio da mãe natureza e deite sobre a terra. Imagine sua região abdominal envolta numa faixa na cor vermelha. Sinta um duto de energia saindo do seu umbigo e entrando em contato com a terra. Em seguida, sinta este elemento sendo sugado para sua região abdominal fortificando-o. Após sentir este ñawi abastecido energeticamente, recolha o duto e agradeça a Alpa (Terra).

 

Energizando o Soncco

Em algum lugar na natureza, faça uma fogueira (tendo o cuidado para que o fogo não se alastre). Em pé, imagine uma faixa dourada envolvendo a sua região toráxica. Em seguida, sinta um duto de energia saindo do seu coração e entrando em contato com o fogo. Logo depois, sinta este elemento percorrendo sua região cardíaca energizando o ñawi. Ao final, recolha o duto e agradeça a Wilca (Fogo).

 

Energizando o Kunka

Num lugar na Mãe Natureza, fique em pé e sinta uma faixa prateada envolvendo seu pescoço. Sinta um duto energético saindo da sua traqueia e se ligando a uma brisa que aos poucos se torna um vento. Em seguida, sinta o vento energizando a região do pescoço energizando-o. Ao se sentir abastecido, recolha o duto e agradeça a Wayra (Vento).

 

Energizando o Uma-Punkio

Na mãe natureza escolha um lugar com uma boa visão do céu. Permaneça em pé e sinta uma faixa azul-violácea envolvendo sua cabeça. Sinta um duto saindo do alto dela e conectando-o ao firmamento. Sinta filamentos de energia abastecendo toda sua caixa craniana. Ao se sentir suficientemente energizado, recolha o duto e agradeça ao Éter.

 

Saiba mais sobre os Ñawis lendo nosso artigo no sub-diretório “Universo Xamânico”.